+39 02 94750217 sales@tanaza.com

Como financiar o teu negócio Wi-Fi?

Como financiar o teu negócio Wi-Fi?

Estabelecer uma nova empresa é sempre algo emocionante: sendo o teu próprio chefe, desenvolvendo as tuas idéias pessoais e expandindo os teus investimentos.

Ao ser um novo empreendedor, deves lembrar que começar um negócio pode ser uma grande aventura que pode levar ao sucesso, como também pode ser um grande risco.

De fato, o maior desafio ao estabelecer um novo negócio Wi-Fi é financiar a nova atividade. Mesmo se existem muitas fontes de fundos, todas elas incluem riscos e benefícios. No entanto, lembra-te de que uma “solução perfeita” não existe, já que existe sempre um custo e um risco que se deve ter em conta.

 

Do-it-yourself

A solução “do-it-yourself” o “faz-tu-mesmo” envolve autofinanciamento e é quando se investe no próprio dinheiro no negócio. Muitos empresários optam por esta solução para lançar os seus negócios antes de recorrer a oportunidades de financiamento mais formais. Se estás motivado ao cem por cento e tens certeza da tua idéia, então deves ter a confiança para investir o teu próprio dinheiro na tua empresa.

Tem em mente que o que torna essa solução possível é que os custos iniciais para começar um negócio na indústria Wi-Fi não são muito altos: por exemplo, a Tanaza permite que trabalhes com pontos de acesso de baixo custo.

Para obter mais informações sobre como usar Tanaza no espaço Wi-Fi, confira os nossos modelos de negócio.

Além disso, as soluções de gestão Wi-Fi baseadas na nuvem te permitem trabalhar de onde quer que estejas, um ponto importante a considerar financeiramente. O autofinanciamento também te liberta da taxa de juros do empréstimo do banco (ou outra entidade) e te permite ter maior controle sobre a lucratividade do teu negócio. Por outro lado, é um risco investir todas as tuas receitas ou poupanças num projeto sem ter uma rede de segurança para onde recuar.

Se moras na Europa, considera que a Comissão Européia está trabalhando atualmente em um projeto para desenvolver Wi-Fi em cidades européias e que isso poderia ser uma fonte potencial de fundos para o teu projeto. A nível local, as administrações deste tipo muitas vezes estão interessadas em patrocinar novas empresas que trabalham para a transição da cidade inteligente.

Se precisas de mais informações sobre como criar um negócio rentável no espaço Wi-Fi, faz o download do nosso modelo de negócio.

 

Crowdfunding

A outra solução a considerar é crowdfunding. O Crowdfunding permite coletar dinheiro de pessoas que não conheces, mas que estão interessadas no teu projeto. A chave para uma boa campanha de crowdfunding é a reputação e a qualidade do conteúdo que publicas / promoves.

Quando usas uma plataforma crowdfunding, estas de alguma forma vendendo o teu projeto a pessoas desconhecidas. A descrição do teu projeto e a tua estratégia de negócios devem ser claras e realistas. Se isto for feito com sucesso, as pessoas estarão dispostas a investir o seu dinheiro nas tuas atividades. No caso contrário, se a campanha não for bem sucedida, isto pode ter efeitos negativos sobre a reputação da tua empresa.

Tem em mente que precisarás recompensar aos teus futuros financeiros de acordo com o valor que eles vão investir em seu projeto.

Descobre como preparar a tua campanha para crowdfunding com este artigo em The Balance.  (em inglês)

O mais importante para obter o financiamento de um projeto Wi-Fi em uma destas plataformas é descrever especificamente como a rede Wi-Fi será implantada e quais serão os benefícios do acesso à Internet nesta área ou local.

Obtém idéias sobre os benefícios de oferecer Wi-Fi em diferentes setores.

 

Empréstimo bancário

A solução de um empréstimo bancário tradicional consiste em que um banco te empreste dinheiro com uma taxa de juros. Atualmente, muitos bancos tentam ajudar aos novos empresários com os seus projetos oferecendo baixas taxas de juros.

A taxa de juros que receberás está baseada nas tuas ganâncias e no investimento necessário. Para receber uma melhor taxa de juros, recomendamos que entres em contato com diferentes profissionais. Tal como acima mencionado, precisas de uma sólida estratégia de negócios, bem como um plano de negócios que te permita reembolsar os fundos e os juros ao banco na hora

Finalmente, os ‘angel Investors’ são pessoas que estão dispostas a investir dinheiro no teu projeto, mas esperam grandes lucros em seu investimento, também conhecido como financiamento o fundos de capital.

Descobre no siguente aritgo o que sao os fundos de capital de risco.

Tem em mente que terás que compartilhar as tuas ganâncias e podes ter que dar uma parte do controle sobre as tuas operações comerciais. Certifica-te de que tua nova atividade seja o suficientemente lucrativa para satisfazer a teu ‘angel investor’, a fim de evitar qualquer perda de propriedade.

Para concluir, existem muitas soluções para financiar a tua nova atividade de investir todas as tuas poupanças, ao financiamento de capital. Lembra-te de que, se moras na Europa, a Comissão Européia já aprovou um orçamento de 120 milhões de euros para financiar infra-estrutura WiFi em mais de 8 mil cidades européias.

6 dicas para melhorar a tua conexão Wi-Fi

6 dicas para melhorar a tua conexão Wi-Fi

É importante ter em mente que o sinal do Wi-Fi depende de muitos fatores: a qualidade do roteador, a velocidade da conexão, o número de SSIDs, a localização dos APs, entre outros. Hoje em dia, existem muitas formas de melhorar a conexão Wi-Fi. Portanto, para evitar inconveniências, como a resolução de problemas injustificados e cortes de energia demorados, recomendamos que te livres das causas mais comuns de interferência de conexão antes de tomar medidas drásticas. Em seguida, discutiremos as soluções mais fáceis e rápidas para evitar interferências com a tua conexão Wi-Fi:

 

  1. Elimina os bloqueadores de sinal:

Muitas vezes, estruturas como paredes, portas e canos são os perpetradores mais comuns que deterioram o teu sinal Wi-Fi. Além disso, os materiais de construção comuns, como betão, tijolo, pedra, espuma isolante, etc., podem facilmente interceptar a propagação de ondas de rádio de uma sinal. Os dispositivos domésticos comuns, como o microondas e o frigorífico, interferem regularmente com o sinal WiFi, pois também emitem ondas de rádio.

 

  1. Posiciona o roteador no local ideal:

Para evitar interferências que bloqueiam ou retardam a conexão, coloca o roteador numa localização central, longe de paredes, aparelhos e outras obstruções. Ao implantar a rede, verifique que não existam obstáculos em torno dos dispositivos ou do roteador que possam esgotar ou bloquear o sinal Wi-Fi. Para determinar o ponto de localização com a melhor cobertura, recomendamos mudar o lugar do roteador até encontrar o lugar perfeito onde o sinal é mais forte.

 

  1. Controla a largura de banda das aplicações:

Calcula a quantidade de largura de banda que precisas para que as aplicações web funcionem como deveriam. Este valor dependerá principalmente do número de dispositivos que se conectam simultaneamente à rede e das aplicações mais utilizadas. Para evitar que as aplicações web, como os online games, consumam muita largura de banda e reduzam a velocidade de conexão, deves dar prioridade de largura de banda às aplicações mais usadas (como video chat, música e transmissão de vídeo). Tem em mente que esta última solução requer um pouco mais de conhecimento técnico do que as anteriores.

 

  1. Planeja a cobertura Wi-Fi

A melhor forma de identificar interferências, fora daquelas encontrados em casa, é através do uso de ferramentas do posicionamento Wi-Fi e estudo de situações. Ferramentas como o mapa de calor de Ekahau permite que os administradores examinem os sites ou carreguem uma imagem de mapa para determinar a intensidade de cobertura dos dispositivos sem fio implantados. Uma vez que o site foi inspecionado, esta técnica de análise da web irá destacar as áreas afetadas onde a força do sinal é mais fraca. O NetSpot é outra ferramenta ou aplicativo de análise de rede sem fio que, com seu recurso de alocação de calor, pode ajudar a identificar interferências, descobrir pontos mortos e otimizar a localização do AP. Aplicativos de monitoramento Wi-Fi podem dar uma visão geral de várias redes. Ao mesmo tempo, esses aplicativos informam quando não há cobertura de rede suficiente, quando a conexão é muito lenta e o sinal é fraco. Alguns exemplos desses aplicativos incluem: Wifi Analyzer, PingTools Network Utilities (para Android) e Network Analyzer lite (para iOS). * Lembra-te de que a força de uma sinal Wi-Fi pode depender da qualidade do roteador, da velocidade da conexão, do SSID, da localização dos pontos de acesso, entre outros.

 

  1. Seleciona um canal Wi-Fi diferente

Quando há muita interferência, é melhor mudar para um canal diferente para impedir que a velocidade da conexão Wi-Fi seja afetada. Já que um roteador Wi-Fi pode operar em vários canais, a chave para selecionar o canal certo para a tua rede é usar ferramentas, como o Netspot, para ajudar a encontrar um canal livre de interferências. Tanaza agora tem a função de seleção automática de canais que determina o melhor canal para cada rádio para evitar interferências.

 

  1. Atualiza o firmware

Embora isto pareça um pouco óbvio, é surpreendente a frequência com que as pessoas ignoram este passo simples quando encontram uma conexão fraca. Se tiveres um roteador antigo, a atualização do firmware permite melhorar o desempenho do teu roteador, adicionando mais recursos (como controle de largura de banda) e aumentando a privacidade do dispositivo. Tenha em mente que muitos fabricantes de roteadores oferecem acesso fácil às atualizações de firmware mais recentes. O software de gerenciamento Wi-Fi, como o Tanaza, também permite atualizar os dispositivos sem fio remotamente, com apenas um clique.   Se és um administrador de rede, ou tens uma empresa que oferece wi-fi e quer dinheiro

Os melhores hotspots móveis de 2017

Os melhores hotspots móveis de 2017

O que é um hotspot móvel?

Um hotspot móvel, também conhecido como um roteador portátil o roteador da viagem, é uma tecnologia Wi-Fi portátil que permite proporcionar acceso a internet sem fio em multiples dispositivos. Atualmente, muitos smartphones podem ser utilizados como hotspots móveis.

Diferente das redes WiFi com fio tradicionais, os hotspots móveis permitem-te implementar o teu hotspot onde quer que sejas.

Hoje em dia, os hotspot móveis sao considerados a solução mais facil e rapida para obter acesso ao wifi principalmente para quem gosta do turismo activo e quem deve viajar para o trabalho, entre outros. Não obstante, por um período largo de tempo, os utilizadores estavam com receio de usar os hotspots móveis porque não confiavam na sua confiabilidade e segurança.

Um exemplo concreto de como usar os hotspots móveis é para as pessoas que têm um negócio móvel, como uma Food Truck, e querem oferecer uma conexão Wi-Fi aos seus clientes. Devido à sua mobilidade constante, o cliente que deseja proporcionar Wi-Fi da sua Food Truck não tem acesso por fio à internet.

Ao usar um roteador ou modem portátil 3G / 4G, o cliente agora pode receber internet sem fio e criar o seu ponto de acesso Wi-Fi onde a sua atividade estiver. A

lém disso, muitos hotspots móveis no mercado tem uma porta Ethernet WAN / LAN  que te permitirá conectar directamente um ponto de acesso compativel com a Tanaza para que os teus clientes e os seus utilizadores Wi-Fi possam aproveitar todas as funcionalidades do nosso software. 

Neste artigo, selecionamos 5 roteadores de hotspot móveis que, em nossa opinião, são confiáveis para criar um hotspot Wi-Fi portátil.

 

Huawei E5786s-34

Padrões: 4G LTE, 3G DC-HSPA + mas também conexão de fio
Especificações Wi-Fi: 802.11a / b / g / n / ac
Utilizadores simultâneos: até 10
Características: USB para Ethernet, slot para cartão microSD, antena externa
Preço: aproximadamente $150
Compatível com Tanaza: SIM

 

Huawei E5151

Huawei E5151Padrões: conexão de ligação ascendente 3G e ethernet
Especificações Wi-Fi: 802.11b / g / n
Utilizadores simultâneos: até 10
Características: saída de micro-USB e conexão de ligação ascendente da ethernet
Preço: aproximadamente $80
Compatível com Tanaza: SIM

 

TP-Link TL-MR6400

TP-Link TL-MR6400Padrões: 3G / 4G / LTE
Especificações Wi-Fi: 802.11b / g / n
Utilizadores simultâneos: não mencionados
Características: velocidade sem fio de até 300Mps, duas antenas, porta WAN / LAN, slot para cartão SIM
Preço: cerca de $90
Compatível com Tanaza: SIM

 

TP-Link TL-MR3040

TP-Link TL-MR3040Padrões: modem LTE / 3G / 4G
Especificações Wi-Fi: 802.11b / g / n
Utilizadores simultâneos: não mencionados
Características: velocidade sem fio até 150Mbps, porta WAN / LAN, porta USB para modem 3G / 4G e micro USB
Preço: cerca de $60
Compatível com Tanaza: SIM

 

TP-Link TL-MR3020

TP-Link TL-MR3040Padrões: conexão 3G / 4G
Especificações Wi-Fi: 802.11b / g / n
Utilizadores simultâneos: não mencionados
Características: velocidade sem fio até 150Mbps, antena interna, porta WAN / LAN, porta USB 2.0 para modem 3G / 4G e mini porta USB para alimentação
Preço: cerca de $30
Compatível com Tanaza: SIM

Como escolher um modem 3G/4G que funcione com pontos de acesso da Tanaza

Como escolher um modem 3G/4G que funcione com pontos de acesso da Tanaza

Criar um hotspot com login social é super fácil com pontos de acesso da tanaza conectados através de cabos à internet. Se a instalação de cabos não for uma opção aqui temos algumas alternativas que lhe podem servir.

Caso a instalação seja feita num lugar sem conexão via cabo, é possível usar um modem 3G/4G para levar internet ao ponto de acesso sem DSL/Fibra Óptica.

Podes usar pontos de acesso da Tanaza (TP LINK, Ubiquiti, Mikrotik, D-Link e muitos outros) juntamente com um modem 3G/4G se o modem tiver um port de Ethernet.

Aqui está um exemplo com um TP LINK WA901ND conectado à Internet através de um Modem HUAWEI modelo E5151 (78$ Amazon).

 

 

 

Benefícios do uso dum modem 3G/4G :

Desvantagens do uso dum modem 3G/4G:

  • Podem ocorrer desconexoes
  • Existe a necessidade de uma fonte de alimentação de energia para o ponto de acesso.

Consulta a lista de dispositivos compatíveis com Tanaza!

Pontos de Acesso, Repetidores e Extensores

Pontos de Acesso, Repetidores e Extensores

Alguns de vocês querem saber se a Tanaza suporta repetidores e extensores e se os pontos de acesso podem ser usados com o modo repetidor. Gostaríamos de dar uma visão geral sobre como usar pontos de acesso como repetidores e extensores na tua rede Wi-Fi.

Comecemos por extensores sem fios. Estes também são chamados de Range Extenders (estes sao os da Netgear e estes de TP-Link) e o que fazem é capturar e retransmitir  o sinal do seu rádio expandindo assim a cobertura Wifi. Normalmente transmitem uma SSID nova. Mesmo se for possível configurar a nova SSID para ser como a original, a sua conexão pode cair quando se estiver a mover do ponto de acesso ao extensor. Se configurou o mesmo canal para os dois pode também haver interferência.

Os melhores extensores Wi-Fi do 2017, de acordo com Tom’s Guide

Os repetidores são muito parecidos aos extensores mas estes não criam uma nova SSID. Eles simplesmente capturam o sinal sem estar conectados por um cabo a um router e voltam a transmitir o sinal sem fios. O roaming entre o ponto de acesso e o repetidor acontece sem alguma interrupção.

Alguns pontos de acesso podem ser configurados para atuar como repetidores. No entanto, usar repetidores (ou pontos de acesso em modo repetidor) não é a melhor escolha visto que diminui a velocidade para metade porque o mesmo rádio estaria seria usado para comunicar tanto com os clientes e com o ponto de acesso.

Os melhores repetidores em 2017, de acordo com Consumer Top

Os pontos de acesso wireless estão conectados à Internet através de cabos. O Wi-Fi vai directamente ao ponto de acesso. Se o uso de cabos não for um problema, usar dois pontos de acesso configurados com canais que se sobre posicionem, com o mesmo SSID é a melhor maneira para aperfeiçoar o desempenho e para a expansão da cobertura. Esta configuração permite-te usar o Roaming da Tanaza: a tecnologia para uma conectividade sem interrupções durante movimento na localização. A mesma funciona somente se a cobertura for feita com pontos de acesso suportados pela Tanaza.

Visto que o uso de repetidores e extensores não é a melhor solução para melhorar o desempenho e expandir cobertura a Tanaza não suporta o modo repetidor nos seus pontos de acesso. Mesmo assim, tem três soluções diferentes para o seu problema de cobertura:

  • Se pode usar cabos, adicione mais pontos de acesso suportados pela Tanaza (dependendo do espaço pois pode chegar a precisar de tectos e pontos de acesso com PoE, com antenas direcionadas… mas não se preocupes. Temos de certeza um ponto de acesso que funciona para si).
  • Se não puder usar cabos pode criar uma ponte wireless point-to-point.
  • Se não puder usar cabos pode ainda usar dispositivos PowerLine.

Que dispositivos podem ser usados com a Tanaza? Consulta a lista de modelos compatíveis!

Como melhorar a experiência do teu usuário Wi-Fi com o Facebook check-in

Como melhorar a experiência do teu usuário Wi-Fi com o Facebook check-in

Facilite o acesso ao Wi-Fi.

Se quiser que o seus usuários estejam felizes ao acessar o seu Wi-Fi, o melhor seria oferecer um flow de login que seja simples e curto. Tanaza permite fazer exatamente isso através da autenticação  via check in  Facebook.

Clique aqui para ler as instruções de como configurar o check in Facebook na Dashboard da Tanaza.

 

Melhore a experiência do usuário.

Vejamos o que acontece quando o usuário conecta-se à rede Wi-Fi configurada conforme descrito neste link.

O cliente encontra a SSID e vê, em primeiro lugar, a página splash configurada por si.

Verá então o botão Facebook (configurado também por si) no meio da página, fazendo assim que seja simples entender que tem que clicar para ter acesso.

 

cafe gourmand facebook check in

 

Depois desta página o sistema mostra uma janela para pedir autorização, como por exemplo:

 

USER_ask_for_basic_permission

 

Graças a esta janela o usuário pode configurar a política de privacidade para a aplicação “acesso à internet”. Esta autorização é mandatória segundo a política do Facebook.

Uma vez que o usuário tenha consentido o acesso à informação pessoal, o cliente vê uma página que pede um check diretamente num Local do Facebook (ou na própria página de Facebook do local). Por exemplo, na imagem abaixo, o usuário é pedido para fazer o check in no restaurante Le Clown Gourmand.

Seguindo sempre as regras do Facebook, o usuário escreve um post (se quiser ou não – pode também deixar em branco). O Facebook não te permite escrever no lugar do usuário.

 

USER_-_asked_for_checkin

 

Depois de clicar em “check in via Facebook”, o post que o usuário escreveu é postado no mural do mesmo. Muitos amigos verão este post, a localização e o check in juntamente no post.

Como neste exemplo:

 

USER_post_with_checkin

 

Parabéns!

Acabou de criar um flow de check-in super fácil que os seus usuários vão adorar!

Quanto mais clientes seguirem o flow do check in mais resultados terão em termos de alcance social.

Clique aqui para descobrir como monitorar o seu alcance social.

Obtém mais informações sobre a PÁGINA SPLASH e o LOGIN SOCIAL